www.eroticoeprofano.blogspot.com

segunda-feira, 23 de julho de 2012

















No quarto
Permanece ainda
O aroma da última noite
Dos corpos envolvidos
Cativos
As velas aromáticas
Continuam estáticas
Como se anunciassem
Sua chegada
Cada vez que são acesas,
Como surpresa
O incenso mistura-se ao
Calor do meu desejo,
A presença inexplicável
Dos nossos sons,
Sussurros na madrugada,
Ecoa a sinfonia
De um amor que
Me envolvia,
As músicas
Completam o cenário
O protagonista
Não mais existe
Só a saudade
Insiste
As velas testemunham
Minhas queixas
E a lembrança,
Tento acertá-la
Com uma lança
Prende-la num canto
Qualquer
Enquanto meu corpo
Descansa.
CRÉDITOS: Maria Júlia Pontes




















Amo nosso jeito de olhar
enroscar as pernas no seu corpo
desenhar linhas imaginárias no seu rosto
Amo te provocar
com os dedos atiçar este fogo
com a língua sentir o teu gosto
Amo a essência de te amar
provar do teu beijo
insano desejo
Esse de amar
CRÉDITOS:  Géssica Hellmann




















Corpos se devoram na madrugada,
Somos matéria quase intangível...
A poesia apenas resvala-se em nós
Com sua brisa etérea.
Os sulcos sudorosos de meu corpo
Ungidos pelo âmbar ardente
Convergem num deslizar
Aurifulgente de sua gota de gozo
No cálice de meu ventre.
O magma que escorre
Em meu úbere inverso
Queima a carne,
Pulsa aos olhos,
Funde os corpos
Em nosso próprio universo.
Tento acordar para colher
O desejo que transborda,
Mas o fluxo do coito
Sustenta um equilíbrio
De fonte lauta:
Fogo que nos devora.
Um bramido de fêmea
Separa minhas coxas
Feito páginas intemeratas
De uma obra imortal.
– Noite de ébano
Guardada pelo meu sexo –
Cada verso novo
Que me atravessa;
Cada pétala sua
Que se revela e se entrega
Explode em seu cerne
Para se recompor mais forte
Naquilo que nunca será morte,
Posto que renasce infinitamente.
Não secularizamos leis
Pois, enquanto amantes,
Depuramo-nos – somos Deuses –
E o amor nos torna imunes
Às leis humanas.
Roberta Sangiuliano Pedroso




















Na cama sonolenta,
vira para o lado, nua.
Olha para o teto vazio...
Quase chora...
Arisca, sussurra que me ama,
impulso de desejo descontrolado.
Isenta de astúcia, sorri aliviada
e dorme mansa...
Deitada, quieta, você sonha doce.
Descansa do amor, respira lento...
Acolhe meu carinho com talento.
Eu, assisto meu sopro nos pelos do teu pescoço,
correntes de ar vagabundas,
que retornam perfumadas de alegria...
CRÉDITOS:  Paulo Camelo


















Estou aqui
morrendo de vontade
de olhar os teus olhos
que não vejo
desejando teus lábios
que não beijo
e apenas bebo
minha taça de saudade
CRÉDITOS:  Ariadna Garibaldi




















Vem
Deixa-me tocar teu corpo
Acariciar teu ventre
Beijar teus seios
Saborear o mel da tua saliva
E me afogar nas ondas do teu desejo

Vem
Faz de mim a tua fonte de prazer
Desliza pelo meu corpo
E aquece o meu peito
Com o calor das tuas coxas
Acaricia o meu tórax
Com tuas nádegas macias
E ancora no cais da minha boca
Enquanto minha língua febril
Desafia teus pudores


Vem
Escorrega lentamente
E pincela o meu queixo
Com as lavas do teu vulcão
Sobe mais...
Deixa o aroma gostoso
Do teu liquido viscoso
Invadir minhas narinas
E alimentar meu desejo animal

Vem
Vira de ponta cabeça
E faz do meu sexo
O teu brinquedo ideal
Explora, consome e devora
Leva-me a loucura
Em profundos gemidos
Arrancando do meu ser
Devassos gozos de prazer
Que inundarão tuas entranhas
Com o néctar da vida.


CRÉDITOS:  
Magno R Almeida

APETITE INSACIÁVEL...














Tenho uma forma própria de amar
Um jeito só meu
Doce, sensual, envolvente
O meu amor é manso, mas pode se tornar voraz
Dependendo de cada momento
Ele modifica...
E num apetite insaciável
Vou tornando você, minha presa...
Vem, saboreia com apetite
Sinta como estou agora, para você
Penetre o meu ser...
Descubra meus encantos
E tudo que posso fazer...
Aproveita cada momento
Sinta esse gostoso movimento
De corpos que se amam, desvairadamente
Contorcendo-se de todas as maneiras
E sentindo o êxtase chegar, lentamente...
Agora percebe, meu amor?
O quanto você estava perdendo, antes?
Sinta o perfume que exala do meu corpo
Nesse momento...
O odor, do amor...
E agora, não pense 
Só sinta...
Aproveita, dessa menina...
Uma molequinha, que sou eu
Para fazer você feliz, em minha cama
De todas as maneiras que pensar
E um Universo de coisas para aproveitar...
Agora, mais um vez,vem...
Vem me amar...
CRÉDITOS: FÁTIMA ABREU

Amor Além da Vida














Nesta passagem da vida encontrei
O amor que eu ja tinha vivido
Em outras encarnações passadas
Como o mesmo sentimento renascido.

Amor este até hoje inexplicável
Que mais uma vez embriaga o meu peito,
Que com a sua  alma pura e serena
Faz eu ficar tão louco desse jeito.

Agora restará essa dúvida
Se em outras encarnações te encontrarei novamente,
Para mais uma vez desfrutar do seu amor
E a mais uma vez minha alma ficar contente.

Após a morte do nosso corpo
Jamais sofrerá nenhuma dor
Pois encontraremos além da vida
Pois nós  nos amamos ALÉM DO AMOR!.


Obra:  WILLY ALVES-













Teu cheiro é irresistível
Me sinto meio animal
Devasso, bicho mesmo...
Homem quase irracional 
Desejo te tocar
Essa pele tão gostosa
Beijar e apertar
Teus mamilos cor-de-rosa
Suor escorrendo no corpo
Frenéticos sem parar
Gemidos de um e do outro
Vontade de gritar
Meus dedos em tua boca
Teu seio em minha mão
Você já quase louca
Meu corpo em erupção
Eu quero explodir
Ir junto com você
Não quero mais sair
De dentro do teu ser
Depois... cheiro gostoso
Olhares apaixonados
Curtimos nosso gozo
E dormimos abraçados
CRÉDITOS: MAURI











Flores e um som com romantismo 
Foram castrados e prostrados por terra 
É triste divisar um agigantado abismo 
E que o “Fazer Amor” quase se encerra.
Com a carne úmida de tesão 
Os animais à caça ficam a planear 
Onde a postura é algo vão 
E a única meta é ejacular
A arte de conquistar está em decadência 
Poucos admitem e dizem ser ilusório 
Compram livros para ter experiência 
Isso pouco existe meritório
Uma hora, custa tanto....!! 
O que dizer dessa falência? 
Compra do amor seu encanto 
Salgando sua doce essência
Sou antigo ou antiquado 
“Do tipo que ainda manda flores” 
Sou um Homem apaixonado 
Como os antigos Sonhadores
“Qual a forma de justificar o amor? 
que estou a Fazer Amor ao invés de sexo?
” Isso é inexplicável meu leitor 
Pois o Amor é complexo
A arte de Fazer Amor não se explica 
A de Fazer Sexo é comprada 
O Amor muitas vezes te suplica 
Não deixe a magia estancada!!
Como se o fazer Amor fosse réprobo 
E ser esquecido fosse seu fadário 
Digo dessa arte e seu probo 
Jamais serei um falsário
Façamos Amor em demasia 
Trema, gema até expelir o prazer. 
Realize no Fazer Amor sua fantasia 
Terá mais sorriso em seu viver
O amor proibido deixa-me pasmo 
O corpo treme sem parar 
Dois são um no orgasmo 
Delicioso, ocultamente amar
o Amor sem preconceitos 
Avistamos paraísos esquecidos 
O frio na barriga e seus trejeitos 
É o legitimo prazer dos escolhidos
Com essas palavras descritas acima 
Realmente a pretensão era explicitar 
Como o Fazer Amor nos anima 
Nos transportando ao sonhar
Nesse desfecho venho a licitar 
Ame outro mesmo sem nexo 
(Ache) outrem para gozar 
Goze por Amor e não só por sexo.
Adilson Costa













No distante sonho do desejo 
Fomos apanhados pela vergonha 
Como cães na caça com seu farejo 
Cuja meta é expelir a langonha

sexta-feira, 20 de julho de 2012































Permita que eu me dedique sem medo
Deixe que eu me aproxime sem segredo
Conceda que eu te conheça como mereço
Consinta que em Ti guardes o que ofereço
Admita que em Ti eu ainda faça morada
Declare que em Ti eu ainda sou amada.
































Ouço com atenção teus pedidos e desejos.
Acolhendo-os na alma para realizá-los
Vôo no tempo para transmitir-lhe afeto
Sentimentos puros que em mim desperto
Envio no vento, chamados ao teu coração
Que ficam a espera de Ti para terem vazão








































O amor vai mostrar que é amor, 
quando a razão disser que nada tem mais jeito... 
Dias de luta vem pra nos fazer ver o que e como estamos vivendo. 
Aprenda com seus erros e se existe amor, 
Deus trabalha e damos a volta por cima. 
- Nada vai ser fácil , 

vc é quem decide se vale apena lutar! 
Pelo amor sempre vale, 
o tempo mostra isso.








































O meu linguajar é nato, eu não estou falando grego
Eu tenho amores e amigos de fato,
Nos lugares onde eu chego
Eu estou descontraído, não que eu tivesse bebido
Nem que eu tivesse fumado pra falar de vida alheia
Mas digo sinceramente, na vida, a coisa mais feia
É gente que vive chorando de barriga cheia

quinta-feira, 19 de julho de 2012





















Se ele queria uma santa, quieta e reservada,
nas horas convenientes... Ele teve!
Se ele queria uma vadia, ardente e devassa
nas horas convenientes... Ele teve!
Pra cada ocasião, uma mulher diferente...
















Sexo que pra ser bom, tem que ter perversidade, depravação, 
nomes sujos, gemidos putescos, posições constrangedoras, atos obscenos,
 pegada, tapas, beliscões,mordidas...
Sexo tem que ser explicito, com fantasias, fetiches, caras bocas e mãos...
Sexo tem que ser desejo, vontade, tesão, coisa de pele...
Sexo tem que ter olhar, atrito, suor, espasmo involuntários, força...
Melhor do que falar de sexo e fazer sexo... então, faça muito meus queridos....